Diário de Notícias - 14 Out 08

 

Faliu. Mas, deixa lá, não é real
Ferreira Fernandes

 

A ONU, entre outros afazeres, apresenta anualmente o Relatório Mundial sobre o Desenvolvimento Humano. O que é o desenvolvimento humano? Pergunta pertinente. Para mim, é, entre outras coisas, comer pirão com azeite de palma pelo menos uma vez por semana. E desconfio que no Canadá, Suécia e Japão, todos eles no ranking dos 10 melhores do tal relatório, não se coma nada com azeite de palma por causa da acidez. Daí, avisadamente, a ONU expor os critérios com que elabora o seu relatório. São sete: desenvolvimento económico, eficiência, sustentabilidade...

 

Como calcularão, a Serra Leoa ou a Guiné-Bissau não estão muito bem cotadas no relatório de 2007/2008. Na verdade, uma está na cauda e a outra é a antepenúltima. A surpresa está na cabeça: no primeiro lugar do ranking do desenvolvimento humano onusino está a Islândia. Sim, o país que acaba de se descobrir à beira da falência, com inflação de 15% e com a moeda, num mês, em quebra de 45%. Dizem-me os entendidos: "Mas isso são só problemas financeiros, nada é real." Magnífico mistério: como pagam os islandeses o seu bem-estar? Eu sei quanto pago pelo pirão.