Público - 26 Out 06

Argumentos a favor do aborto são "fracos", diz cardeal-patriarca

 

O cardeal-patriarca de Lisboa, José Policarpo, afirmou ontem à noite que os argumentos políticos e culturais a favor do aborto "são fracos e, por vezes, contraditórios".
Apesar de haver partidos, e o próprio Governo, "empenhados" na proposta de despenalização do aborto que será sujeita a referendo, "tudo se decidirá ao nível das consciências - e estas não se esclarecem à força, nem com meias verdades", disse o cardeal, na homilia da missa da dedicação da sé patriarcal.
José Policarpo acrescentou: "Estamos dispostos a amar e mesmo a compreender todas as [mulheres] que vivem esse drama; mas não podemos dar o nosso apoio a uma lei que relativiza o valor da vida." É contra essa "lei tolerante e permissiva em relação à interrupção violenta da vida no seio materno" que o patriarca quer ver os católicos "na primeira linha" do "combate pela vida".
O bispo de Lisboa acredita que "a comunidade nacional vai mostrar o apreço que tem pelo mistério da vida e aí exprimirá a sua atitude cultural e os seus valores morais".
O patriarca disse ainda que a Igreja católica deve defender "corajosamente" a vida, para proteger "os mais pobres, desprotegidos, ameaçados e injustamente tratados". Essa defesa deve incluir outras situações: "As crianças abandonadas, a velhice desamparada, a pobreza não socorrida, a solidão não visitada, são exigências contínuas da caridade." A.M.