Diário IOL - 18 Jul 08

 

«Numa sociedade miserável, o que se redistribui é sempre a miséria»

 

«Em 30 anos, Portugal chegou até onde a realidade e a «Europa» lhe permitiam chegar, escreve Vasco Pulido Valente, no jornal Público

 

«Numa sociedade miserável, o que se redistribui é sempre a miséria», escreve Vasco Pulido Valente no jornal Público desta sexta-feira.

 

«Se a desigualdade continua é porque o país não produz, não exporta, não investe e não poupa; porque se endivida, e porque o Estado o desorganiza, corrompe e abafa. Isto é a evidência. Infelizmente, de quando em quando, convém repetir a evidência».