Correio da Manhã   - 01 Jul 08

 

EUA: Identidade do pai biológico permanece confidencial
Dador de esperma conta com 25 filhos

 

"Mamã, aquela menina é igualzinha a nós!" Kimberly, uma terapeuta nova--iorquina de 38 anos, ligou a televisão, alertada pelos gritos do marido e dos filhos, e sofreu um choque: no ecrã estavam várias crianças, todas elas a cara chapada dos seus três gémeos. Na realidade, eram meio--irmãos dos seus filhos, todos concebidos por inseminação artificial graças ao esperma de um dador anónimo, conhecido apenas como ‘Dador 401’.

 

Kimberly diz ter sentido uma "sensação estranha" ao ver na TV tantas crianças com traços idênticos aos dos seus filhos. Até então nunca tinha pensado muito sobre o homem que doou o esperma que lhe possibilitou ser finalmente mãe, após anos de tentativas fracassadas com o marido.

 

Apesar de já ter apanhado o programa a meio, conseguiu perceber que estavam a falar de um site, DonorSimblingRegistry.com, através do qual era possível identificar e entrar em contacto com famílias cujos filhos tivessem nascido fruto de fertilização ‘in vitro’ com esperma, óvulos ou embriões de dadores. Kimberly registou-se no site e rapidamente encontrou o que procurava: nada menos do que outras 19 famílias que recorreram aos serviços do mesmo banco de esperma, o Fairfax CryoBank, na Virgínia, e que compraram sémen do mesmo dador, identificado apenas pelo número 401.

 

Segundo a empresa, o ‘Dador 401’ é um dos seus mais populares, talvez por causa da descrição incluída no seu perfil – saudável, intelectual e de ascendência germânica. Ao todo, o misterioso ‘Dador 401’ será o pai biológico de pelo menos 25 crianças, cujo rasto foi localizado pelo site,e cujas famílias agora se encontram regularmente. Ele próprio continua anónimo, conforme estipulou no contrato que assinou com o banco de esperma.

 

Ricardo Ramos com agências