Portugal Diário - 11 Jan 07

 

Jovens recebem incentivos para construir casa

Câmara da Batalha implantou medidas para fixar novos casais no concelhoOs jovens que queiram construir casa no concelho da Batalha estão isentos do pagamento das taxas de licenciamento, numa iniciativa da autarquia para fixar os novos casais.

Os apoios, que já vêm sendo atribuídos desde 2000 aos jovens que tenham até 25 anos e rendimentos não superiores a três salários mínimos ou aos casais cuja soma de idades não ultrapassasse os 50 anos e os rendimentos sejam inferiores a seis salários mínimos, são alargados a partir deste ano aos jovens até aos 30 anos ou casais com soma de idades até 60 anos, desde que a área de construção não ultrapasse os 240 metros quadrados.

Para António Lucas, presidente da Câmara Municipal da Batalha, «estas medidas demonstram a firme vontade do município em criar boas condições para que os jovens se sintam cada vez melhor neste concelho».

António Lucas justificou o alargamento da idade dos candidatos aos apoios com «o facto de os jovens constituírem família cada vez mais tarde».

«Acabar o curso, tentar alguma estabilidade na carreira profissional, ocorre cada vez mais próximo dos 30 anos, pelo que fazia todo o sentido fazer-se esta alteração», acrescentou.

Quanto ao balanço do programa nos últimos anos, o autarca considera ser «positivo, sentindo-se uma boa interacção com a população e uma apetência para que os jovens não sintam vontade de mudar de concelho».

Em 2004 foram dez as isenções concedidas, em 2005 foram 16 e, em 2006, foram 13, o que correspondeu a uma redução nas receitas da autarquia da ordem dos 95 mil euros, decorrentes das taxas que não foram pagas.