Correio da Manhã - 7 Fev 06

Reforma: Sugestão apresentada
Filhos sobem valor da pensão

O presidente da Confederação Europeia das Famílias Numerosas (ELFAC), Fernando Castro, defendeu ontem em Bruxelas que o valor das pensões de reformas na União Europeia (UE) deve ser calculado em função do número de filhos.
 

Fernando Castro referiu que as pensões devem ser “indexadas ao número de filhos”, uma vez que as famílias contribuem “para o Estado Social de duas maneiras, em dinheiro e em géneros, que são as crianças”.

Da mesma forma, o eurodeputado José Ribeiro e Castro, vice-presidente do Intergrupo da Família e Protecção da Infância, defendeu que o tema deveria ser debatido em Portugal e pressionou a Comissão Europeia a “traduzir uma maior sensibilidade” para a Política da Família nas diversas áreas da sua competência, como por exemplo o IVA reduzido das fraldas, actualmente em discussão.

Um estudo da AXA, que pretende averiguar as atitudes dos portugueses em 2005 perante a reforma, refere que o valor médio das pensões em Portugal é de 590 euros, o valor mais baixo no quadro dos 12 países inquiridos. Segundo esse estudo, os portugueses poupam pouco para a reforma.

WB00789_.gif (161 bytes)